14votadas

Dicionário das línguas do mundo

O Dicionário das línguas dol mundo é uma recolha sistemática de informação sobre 1.264 línguas estruturada em formato de ficha de dicionário. Sai o nome da língua, além de na nossa língua, em catalão, árabe, galês, alemão, inglês, castelhano, basco, francês, guarani, italiano, japonês, holandês, ocitano, russo, swahili, amazique /bereber) e chinês, e na própria língua de que se tratar. Igualmente achega informação sobre a filiação lingüística, o lugar onde se fala, a sua situação sociolingüística, vitalidade, e alguns dados históricos, et

 1 comentarios en: Cultura, Língua karma: 78
11votadas

O verdadeiro rostro do secretario xeral de Política Lingüística vídeo

Que explica a abraiante evolución ideolóxica do actual secretario xeral de Política Lingüística Valentín García? Velaqui unha hipótese.

 2 comentarios en: Cultura, Língua karma: 90
23votadas

Ensino do portugués en Galicia

Coloquio na Radio Galega sobre a presenza de aulas de portugués como segunda lingua estrangeira no ensino galego. Coa participación do presidente da AGAL, Miguel Penas, e o profesor de portugués Xerardo Roca.

 1 comentarios en: Cultura, Língua karma: 96
16votadas

O editatón chega a Vigo para encher a Galipedia de contidos sobre cultura libre

O vindeiro 28 de febreiro o Grupo de Amigos de Linux de Pontevedra (GALPon) e a Galipedia organizan o primeiro wikimaratón celebrado en Vigo. O obxectivo é promover a creación de contidos sobre o software e a cultura libre na Galipedia. A xornada contará cunha introducción á edición na wikipedia en galego para axudar a tódolos asistentes a achegar os contidos é enciclopedia.

Data: 28/02/2015
 1 comentarios en: Cultura, Língua karma: 79
10votadas

«Sim, sim»

Algo semelhante acontece no sueco, que para dizer sim usa as palavras ja e jo, respetivamente. E aqui, ao sueco, era onde queria eu chegar. Principalmente no norte da Suécia, ainda que também noutras partes do domínio linguístico, existe umha maneira peculiar de dizer sim. É um som inspiratório, feito com a boca pequena, como sorvendo por umha palhinha.

 5 comentarios en: Cultura, Língua karma: 93
17votadas

O 'Relatório Grin' ou como a Grã-Bretanha recebe cada ano entre 17 a 18 milhares de milhões de euros por causa da Língua

O relatório 'O Ensino das Línguas Estrangeiras como Política Pública', também conhecido como Relatório Grin, é um documento redigido em 2005 por François Grin, professor da Universidade de Genebra, a pedido do Conselho Superior de Educação francês. Ele procura responder às seguintes questões: "Que línguas estrangeiras ensinar, por quais razões e em que contexto?". A conclusão mais evidente do relatório é que por via do atual domínio internacional da língua inglesa a Grã-Bretanha recebe a cada ano entre 17 a 18 milhares de milhões de euros.

 2 comentarios en: Cultura, Língua karma: 94
21votadas

Hoje 21 de fevereiro é o dia mundial da língua materna. A nossa esta ameaçada na Galiza, pela imposição do castelhano

O dia foi como tal declarado pela ONU. Em 21 de fevereiro de 1952, correspondendo a 8 Falgun de 1359 no calendário de Bangla, um número de estudantes que fazem campanha para a reconciliação de Bangla como uma das línguas do estado do Paquistão foram mortos quando polícias atearam fogo em cima deles. Tudo começou em uma reunião pública sobre 21 de março de 1948, Muhammad Ali Jinnah, general do Paquistão, declarou que Urdu será a única língua para o oeste e Paquistão do leste. Os povos de Paquistão do Leste (agora Bangladesh), cuja a língua princ

 2 comentarios en: Cultura, Língua karma: 87
23votadas

Lucio Martínez: “Filgueira participou da repressão do franquismo, mas isso foi eliminado dos documentos”

O investigador Lucio Martínez denuncia já desde o início do seu livro o problema de acesso aos documentos na investigação histórica arredor da repressão franquista. PERG: "Cuida que esses atrancos respondam a mecanismos de ocultação?" RESP: "São ações sistematizadas. Há acordos e ordens." PERG: "Quer dizer que do papel de Filgueira no regime só quedaram os documentos que davam uma imagem, por assim dizê-lo, piedosa?" RESP: "Deixa só documentos para que saia um retrato à posteridade como um indivíduo generosamente cristão. Foi astuto."

 1 comentarios en: Cultura, Língua karma: 89
33votadas

O presidente da República portuguesa promove o ensino do portugués na Galiza

Anibal Cavaco Silva, presidente da República portuguesa, quer potenciar o ensino do português na Galiza e para isso avalará com a sua presença a sinatura dum acordo para a aprendizagem do portugués. Será o vindeiro día 19 de fevereiro quando Cavaco Silva aproveitará uma visita à Galiza para assinar, junto com o presidente galego o 'Memorando de Entendimento para a Adopção do Português como Língua Estrangeira de Opção e Avaliação Curricular no Sistema Educativo Não Universitário da Comunidade Autónoma da Galiza'.

 5 comentarios en: Cultura, Língua karma: 101
19votadas

José Luis Sucasas_ Unha lingua de pobres, pailáns e bloqueiros [opi]

... Crespo, o alcalde de Lalín, subiu ao seu feisbu un artigo meu en Praza coa seguinte introdución: “Chamoume a atención este comentario, na revista dixital do BNG Praza Pública do Concelleiro do BNG José Luís Sucasas ....” Como Praza utiliza o galego, daquela é unha revista do BNG, debeu ser o seu razoamento municipal. E ollo, Crespo é do PP e galegofalante, dou fe. Esta identificación BNG-Galego é boa para o galego? Pois penso que tampouco. E se tivera que estar xunguido -que non ten por que nin debería- a algún partido político...

 1 comentarios en: Cultura, Língua karma: 82
13votadas

A nosa identidaz

Ben sei o asentadas que están as “verdá” ou “verdaz” e tantos castelanismos máis, e o difícil que resulta desterralos. Non hai máis que atender á dificultade extrema que encerra a palabra “crise” para o presidente da Xunta, que sempre a usa como “crisi” ou directamente “crisis”. Temos que ser benevolentes.

 1 comentarios en: Cultura, Língua karma: 90
38votadas

Os medios en espanhol reciben nove veces máis cartos da Xunta cós jornais en galego

A Xunta destinou 1.675.000€ en 2014 para os jornais dos grandes grupos de comunicación, mentres que repartiu algo menos de 182.000 entre os jornais integramente en galego por utilizar esta lingua, tal e como denuncia nun comuniado a Asociación de Medios en Galego (Amega). "Unhas ajudas en galego da que tamén se benefiaron os grandes grupos de comunicación con centos de miles de euros por utilizar, tan só, o 6% do galego en todo o medio", din. Tamén denuncian a exclusión dos medios en galego das constantes campanhas publicitarias institucionais.

 1 comentarios en: Cultura, Língua karma: 89
26votadas

Porque insistem os galegos em falar galego?

A alguns espanhóis (e alguns portugueses, há que dizer) faz confusão a insistência no uso de línguas consideradas minoritárias. Para quê insistir na educação em galego (ou catalão, basco, etc.), se podem todos aprender uma língua falada por 300 milhões de pessoas? Para quê este esforço?

 8 comentarios en: Cultura, Língua karma: 67
35votadas

A lingua nunha bandexa de cartón imaxe

Hai tres anos deixaba neste blogue unha foto dun tal marra que para min representaba o retrato dun home dono da súa lingua e farto dos que a atacan. Onte, na manifestación de Queremos Galego, chegando á Praza da Quintana, a súa estampa resaltou nos meus olhos como unha estrela relucente. A súa figura destacaba na marea de milheiros de almas que ateigaban o lugar. Nun impulso roubeilhe esta foto mentres entraba na praza. Era este mesmo home, cheo de dignidade. Era o mesmo lema: "contra os que odian o galego".

16votadas

Nel Vidal_ A liña descendente que debemos erguer. Sobre o futuro do galego a partir da realidade actual

Que o 74,88% da poboación de entre 5 e 14 anos use só ou maioritariamente o castelán cando o 73,82% da poboación de 65 ou máis anos usa só ou maioritariamente o galego é froito dun ensino, dunha sociedade da información, dunhas expectativas laborais, duns contextos de ocio e duns ámbitos xuvenís e urbanos castelanizadores, que fan que o galego estea máis no retrovisor que no horizonte do parabrisas. Cómpre, polo tanto, decidir se queremos seguir a ser. Decidir se, como galegas e galegos, queremos seguir a existir...

 8 comentarios en: Cultura, Língua karma: 82
« anterior12345...139» seguinte

Chuza